Projeto que permite pecuária extensiva em APPs no Pantanal é aprovado na AL

Projeto que permite pecuária extensiva em APPs no Pantanal é aprovado na AL

O projeto de lei que trata da permissão de atividades de pecuária nas Áreas de Preservação Ambiental (APPs) da Bacia do Alto Paraguai, no Pantanal, foi aprovado, em segunda votação, pela Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (12). A matéria recebeu votos contrários dos deputados estaduais Lúdio Cabral e Valdir Barranco, ambos do PT, e foi encaminhada para votação de redação final.

Após ser aprovado, o plenário passou a apreciar as 12 emendas apresentadas por Lúdio, tendo em vista o pedido de destaque feito pelo parlamentar.

Na semana passada, as alterações propostas pelo petista foram rejeitadas pela Comissão de Meio Ambiente e Comissão de Constituição e Justiça. Por conta disso, ele pediu destaque para que as emendas fossem analisadas uma a uma em plenário , o que foi feito na sessão desta terça.

Apesar disso, novamente todas foram rejeitadas por maioria dos votos, e o projeto foi aprovado na forma original. Apenas Barranco votou a favor das emendas apresentadas por Lúdio. O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) também se posicinou a favor a algumas alterações propostas.

Mesmo com a manutenção da rejeição das emenda, o deputado estadual Carlos Avallone (PSDB), autor da propositura, garante que a Comissão de Meio Ambiente acatou todas as sugestões feitas pelo parlamentar petista, a fim de tornar o projeto de lei mais claro.

Nesse roll de sugestões estão os conceitos de turismo, a permanência da pecuária extensiva e a proibição da pecuária de confinamento, a permissão de até 40% de gramíneas para evitar as plantas invasoras e limpeza de pasto.

Fonte: Site LeiaAgora.