MT lidera casos de conflitos por terra em 2021 no Centro-Oeste, diz CPT.

MT lidera casos de conflitos por terra em 2021 no Centro-Oeste, diz CPT.

Pelo segundo ano consecutivo, Mato Grosso aparece em primeiro lugar em número de conflitos por terra no Centro-Oeste, em 2021. Os dados são da 36ª edição do relatório da Comissão Pastoral da Terra (CPT), que foram divulgados nesta terça-feira (23), em Cuiabá.

O relatório reúne informações sobre os conflitos e violências sofridas no ano passado por trabalhadores do campo, como indígenas, quilombolas e demais povos tradicionais. 

Segundo o documento, foram registradas 108 ocorrências de conflitos no campo em Mato Grosso, envolvendo 13.030 famílias. Deste total, cerca de 240 famílias foram expulsas por pistoleiros das terras onde viviam e 150 foram despejadas pela Justiça.

Alvos da violência  

O documento ainda mostra que as pessoas que mais sofreram com os conflitos por terra em 2021 no estado foram os povos indígenas (48 conflitos), sem-terra (11) e assentados (8 casos). 

Já os principais causadores de conflitos, segundo o relatório, foram os fazendeiros, responsáveis por 15 casos, seguidos por grileiros (11 casos), madeireiros (9), e o governo federal (7).

O coordenador regional da CPT, Welligton Douglas, afirmou que os dados mostram as pressões que esses grupos vêm enfrentando.  

Fonte: G1 MT.